TAESA - Relações com Investidores Mobile

Fato Relevante - Liquidação da oferta pública secundária


FATO RELEVANTE

TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. ("Companhia"), em atendimento às disposições da Instrução n° 358 da Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, da Instrução CVM n° 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada ("Instrução CVM 476"), e para os fins do parágrafo 4° do artigo 157 da Lei n° 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada ("Lei das Sociedades por Ações"), e em complemento aos fatos relevantes divulgados pela Companhia em 29 de setembro de 2016 e em 18 de outubro de 2016, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral sobre a liquidação, nesta data, da oferta pública secundária com esforços restritos de colocação de certificados de depósito de ações, nominativos, escriturais e sem valor nominal, sendo cada um representativo de uma ação ordinária e duas ações preferenciais, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames ("Units"), de emissão da Companhia e de titularidade do Fundo de Investimento em Participações Coliseu ("FIP Coliseu") e da Companhia Energética de Minas Gerais - CEMIG ("CEMIG" e, em conjunto com o FIP Coliseu, "Acionistas Vendedores"), nos termos da Instrução CVM 476 ("Oferta").

A Oferta compreendeu a distribuição pública secundária, com esforços restritos de colocação de 65.702.230 (sessenta e cinco milhões, setecentos e dois mil, duzentos e trinta) Units de titularidade dos Acionistas Vendedores, sendo 25.000.000 (vinte e cinco milhões) Units de titularidade do FIP Coliseu e 40.702.230 (quarenta milhões, setecentas e duas mil, duzentas e trinta) Units de titularidade da CEMIG, a um preço por Unit de R$19,65 (dezenove reais e sessenta e cinco centavos).

Por se tratar de uma oferta pública com esforços restritos exclusivamente de distribuição secundária, não houve ingresso de recursos para a Companhia, sendo que os Acionistas Vendedores receberam a totalidade dos recursos líquidos resultantes da venda das Units e serão responsáveis pelo pagamento de todos os custos e despesas incorridos com a Oferta.

Com a liquidação da Oferta, o FIP Coliseu passou ser titular de 153.775.790 (cento e cinquenta e três milhões, setecentas e setenta e cinco mil, setecentas e noventa) ações ordinárias, representativas de 26,03% (vinte e seis inteiros e três centésimos por cento) do capital social votante da Companhia e 14,88% (quatorze inteiros e oitenta e oito centésimos por cento) do capital social total da Companhia, e a CEMIG passou ser titular de 252.369.999 (duzentas e cinquenta e duas milhões, trezentas e sessenta e nove mil, novecentas e noventa e nove) ações ordinárias de emissão da Companhia, representativas de 42,72% (quarenta e dois inteiros e setenta e dois centésimos por cento) do capital social votante, e 73.646.184 (setenta e três milhões, seiscentas e quarenta e seis mil, cento e oitenta e quatro) ações preferenciais da Companhia, que somadas às ações ordinárias, representam 31,54% (trinta e um inteiros e cinquenta e quatro centésimos) do capital social total da Companhia. As Units em circulação (excluídas as Units detidas pelo FIP Coliseu, pela CEMIG, pelos administradores da Companhia e as ações mantidas em tesouraria) passaram a compor 53,58% (cinquenta e três inteiros e cinquenta e oito centésimos por cento) do capital social total da Companhia e 31,24% (trinta e um inteiros e vinte e quatro centésimos) do capital social votante da Companhia.

Este Fato Relevante tem caráter meramente informativo e não deve, em nenhuma circunstância, ser interpretado como recomendação de investimento tampouco como uma oferta para aquisição de quaisquer valores mobiliários da Companhia, incluindo as Units.

Clique aqui para acessar o Fato Relevante.

Para informações adicionais, favor contatar o Departamento de Relações com Investidores da Companhia.


Fale com RI

Contato Telefônico

(55 21) 2212-6060