CADASTRE-SE

Relações com Investidores

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. – TAESA – é um dos maiores grupos privados de transmissão de energia elétrica do Brasil em termos de Receita Anual Permitida (RAP). A empresa é exclusivamente dedicada à construção, operação e manutenção de ativos de transmissão, com 11.062 km de linhas em operação e 2.514 km de linhas em construção, totalizando 13.576 km de extensão e 97 subestações. Além disso, possui ativos em operação com nível de tensão entre 230 e 525kV, presença em todas as 5 Regiões do país (18 Estados e o Distrito Federal) e um Centro de Operação e Controle localizado em Brasília. Atualmente a TAESA detém 39 concessões de transmissão: (i) 10 concessões que compõem a empresa holding (TSN, Novatrans, ETEO, GTESA, PATESA, Munirah, NTE, STE, ATE e ATE II); (ii) 10 investidas integrais (Brasnorte, ATE III, São Gotardo, Mariana, Miracema, Janaúba, Sant’Ana, São João, São Pedro e Lagoa Nova); e (iii) 19 participações (ETAU, Transmineiras e os Grupos AIE e TBE).

Mapa simplificado com as concessões da TAESA
TAESA em Números
39 concessões: 10 concessões na holding, 10 investidas integrais e 19 participações
Total de 13.576 km de linhas de transmissão e 97 subestações (11.062 km de linhas em operação e 2.514 km de linhas em construção)
Presença em 18 Estados e Distrito Federal: Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
Prazo médio das concessões: 16,4 anos (em 31/07/2020)
Taxa de disponibilidade das linhas: 99,95% / Parcela Variável (PV): R$ 15,5 milhões (1,20% da RAP consolidada) - 9M20
RAP total de R$ 2.734 milhões (ciclo 2020-2021): R$ 2.167 milhões operacional (16% do market share¹) e R$ 567 milhões em construção (12% do market share¹ - RAP total)
Investimentos realizados entre 2006 e 2019 (CAPEX + M&A): R$ 6,9 bilhões
Dividendos pagos em 2006 e 2019: R$ 8,1 bilhões
¹ Market share considera apenas as concessões de categoria 2 e 3.
Informações Financeiras (9M20 - TAESA Consolidado)
EBITDA de R$ 947,1 milhões e margem EBITDA de 83,0% (Maior margem EBITDA do setor)
Lucro Líquido IFRS de R$ 1.433,9 milhões / Lucro Líquido Ajustado² de R$ 1.083,3 milhões / Dividendos-JCP distribuídos de R$ 990,2 milhões (payout de 91,4% do lucro líquido ajustado e 69,1% do lucro líquido)
Dívida Bruta de R$ 6.423,7 milhões / Caixa de R$ 1.799,4 milhões / Dívida Líquida de R$ 4.624,3 milhões
Custo Médio nominal de 8,7% e Prazo Médio de 5,0 anos
Dívida Líquida/EBITDA: 3,4x (considera as empresas controladas em conjunto e coligadas)
Market Cap: R$ 9,6 bilhões (em 30/09/2020)
² Lucro Líquido Ajustado exclui os efeitos da adoção do CPC 47 refletindo o método contábil utilizado anteriormente (Ativo Financeiro a custo amortizado).